LA CIUDAD

BUENOS AIRES

BUENOS AIRES

Quando chegue a Buenos Aires, perceberá rapidamente que os pilares turísticos da cidade são o tango, a carne e o futebol. Não se preocupe com isso. Você terá oportunidades de sobra para comer um maravilhoso filé-mignon, para desfrutar de um show com música de Gardel ou visitar o estádio de futebol mais famoso da cidade: a Bombonera. Mas por trás desses emblemas das tradições de Buenos Aires, existe uma cidade moderna e cosmopolita que esconde dezenas de segredos. Uma cidade que combina uma enorme oferta cultural com uma vida noturna vibrante.


RECOLETA

RECOLETA

RECOLETA

Se estivéssemos nos anos 30, diríamos que esta é a área mais elegante e chique da cidade e é onde as pessoas vão passear: para ver e ser vistas. Atualmente, a Recoleta mantém esse estilo clássico do luxo de Buenos Aires, tanto em sua arquitetura como em certa atmosfera que paira sobre a área, como se o glamour de Buenos Aires estivesse flutuando sobre as calçadas.


ARTE Y MUSEOS

ARTE E MUSEUS

ARTE E MUSEUS

Se sabe apreciar as artes plásticas, ficará encantado quando estiver na interseção das avenidas Libertador e Pueyrredón. Neste lugar poderá ver o Museo Nacional de Bellas Artes, que em sua coleção permanente conserva o maior patrimônio artístico do país, com obras de artistas argentinos (como Berni e Fader, entre outros) e internacionais, desde Picasso e Manet até Van Gogh. O Palais de Glace está a poucos metros de distância e normalmente oferece interessantes exposições itinerantes. O Centro Cultural Recoleta, entretanto, apresenta exposições, mas também ciclos de teatro, música e diversos festivais. Um pouco mais longe encontrará um dos mais novos e excitantes museus da cidade: o Malba (Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires), que contém obras de arte contemporânea e é uma grande usina cultural. Vale a pena estar atento a seus ciclos de cinema. Além disso, possui um bonito café-restaurante com mesas ao ar livre.


Outra pérola menos conhecida é o Museu Isaac Fernández Blanco, com peças de arte hispano-americana no interior de uma bela mansão colonial. Um verdadeiro tesouro que explica a história do nascimento da Argentina por meio de objetos. A mansão também oculta misteriosas lendas de fantasmas. Vale a pena conhecer.


PARQUES Y ARQUITECTURA

PARQUES E ARQUITETURA

PARQUES E ARQUITETURA

Na Recoleta não é necessário visitar um museu para apreciar o patrimônio artístico da zona, já que por sua arquitetura o bairro é uma espécie de museu ao ar livre. É suficiente passear pela Avenida Alvear ou Quintana e observar as construções com estilo parisiense ainda preservados desde o início do século e onde o estilo acadêmico francês predomina.


Existem alguns edifícios ante os quais vale a pena uma parada: um deles é a Faculdade de Engenharia, com estilo neogótico, que esconde uma longa história de projetos de remodelação frustrados. Outro prédio interessante é a moderna Biblioteca Nacional, que levou 30 anos para ser construída e apresenta seus blocos de concreto em um estilo chamado "brutalista". Para apreciá-la, não é necessário entrar somente para procurar livros: também poderá conhecer seus terraços internos de onde se pode desfrutar a vista da Plaza Francia. Chegando lá, é recomendável dar uma passeio pelo luxuoso bairro La Isla, com escadarias, ruas empedradas, embaixadas e propriedades de luxo: um verdadeiro oásis na cidade. A melhor dica: parar para tomar um café e comer um pedaço de torta no pequeno bistrô Florencio.

O outro passeio imperdível e que está em todos os guias turísticos é o Cementerio de la Recoleta, cemitério onde descansam os restos de algumas das figuras mais importantes da política, das artes e da alta sociedade de Buenos Aires, desde Eva Perón até o ex-presidente Raúl Alfonsín, passando, entre outros, pelo escritor Adolfo Bioy Casares. Além disso, poderá observar diferentes exemplos da arquitetura funerária e mausoléus que são verdadeiras obras esculturais. Existem várias opções de passeios e visitas guiadas para conhecer todos seus segredos.

Na Recoleta, todos os fins de semana é realizada uma colorida feira, onde são vendidos trabalhos de artesanato, jóias, roupas e antiguidades, além de contar com a presença de artistas e simpáticos shows de rua. Embora seja conhecida como a "feira da Plaza Francia," está situada na Plaza Intendente Torcuato de Alvear.


CENTRO - SHOWS Y TEATRO

CENTRO DA CIDADE: ESPETÁCULOS E TEATROS

CENTRO DA CIDADE: ESPETÁCULOS E TEATROS

O coração comercial e financeiro da cidade está localizado no chamado microcentro, onde durante a semana é possível sentir o pulso agitado de Buenos Aires. As ruas de pedestres Florida e Lavalle são as artérias tradicionais para dar um passeio por esta área; no entanto, nos últimos anos foram adicionadas novas ruas apenas para pedestres. Uma delas é a Rua Reconquista, que reúne uma série de bares que ficam lotados e canecas de cerveja, todos os dias a partir das 18 horas, na hora do happy hour. A Plaza San Martín, por sua vez, é o espaço verde que dá ar e luz ao bairro. E a tradicional Avenida Corrientes é o corredor ao que deve prestar atenção se está procurando boas peças de teatro e extraordinárias livrarias. É claro que, depois do espetáculo, você não pode deixar de comer uma boa pizza em alguma das tradicionais pizzarias dos arredores, como Güerrín, Banchero ou El Cuartito.


PUERTO MADERO: MODERNIDAD FRENTE AL RÍO

PUERTO MADERO: A MODERNIDADE EM FRENTE AO RIO

PUERTO MADERO: A MODERNIDADE EM FRENTE AO RIO

Partindo do centro da cidade e atravessando a Avenida Leandro Alem chegará a Puerto Madero (onde antes funcionou o porto de Buenos Aires), a área comercial mais organizada e moderna da cidade, com muitos restaurantes (especialmente na Avenida Alicia Moreau de Justo) e esplanadas para passear em frente dos antigos diques e um silêncio impressionante que fará você se sentir longe da agitação da  cidade. Lá poderá apreciar alguns dos prédios mais luxuosos de Buenos Aires. Se continuar andando, chegará à Costanera Sur e à Reserva Ecológica, um dos espaços verdes mais importantes da cidade.


PALERMO VIEJO: MODA, BARES Y RESTAURANTES

PALERMO VIEJO: MODA, BARES E RESTAURANTES

PALERMO VIEJO: MODA, BARES E RESTAURANTES

Palermo é o maior bairro da cidade (aproximadamente de 16 quilômetros quadrados) e está dividido em várias subzonas: em duas delas se encontram o mais novo em matéria de gastronomia, moda e design. No chamado Palermo Hollywood, nome inspirado na grande quantidade de produtoras de cinema e TV que durante os últimos quinze anos se instalaram na área, está o circuito de bares e clubes da Rua Niceto Vega e também uma importante oferta de restaurantes. Do outro lado dos trilhos do trem, em Palermo Soho (uma referência ao famoso bairro de Nova Iorque), foram instaladas as melhores butiques e lojas de design. Nesta área também poderá encontrar uma ampla oferta de bares, cafés e restaurantes, tanto tradicionais como de vanguarda. Recomendamos tomar um café nas mesas situadas nas calçadas em frente das praças Armenia ou Cortázar, centro do movimento de um bairro possante que continua crescendo.


A poucos quarteirões de distância, no bairro de Almagro, abriram suas portas dezenas de grandes marcas de roupa com as tentadoras ofertas de suas lojas "outlet". A esquina das ruas Aguirre e Gurruchaga é um bom ponto para iniciar o percurso se você está procurando roupa de primeira linha com bom preço.


OTROS PUNTOS DE ATRACCIÓN

OUTROS PONTOS DE INTERESSE

OUTROS PONTOS DE INTERESSE

Além disso, Buenos Aires oferece algumas atrações imperdíveis para qualquer visitante. Aqui estão algumas delas:

  • Plaza de Mayo: a mais antiga praça da cidade, palco de muitos dos eventos políticos mais importantes da história da Argentina. Ao redor da praça encontrará outras atrações para visitar,vcomo a Casa Rosada (sede do Governo Nacional), a Catedral Metropolitana (principal igreja da cidade) e o Cabildo de Buenos Aires (prédio histórico da época colonial).
  • Caminito: no coração do tradicional bairro de La Boca, uma caminhada para apreciar os típicos cortiços de chapa, pintados de diferentes cores. Lá também funciona uma pitoresca feira com diferentes artistas e dançarinos de tango.

  • Barrio Chino: em quatro quarteirões situados no bairro de Belgrano estão concentradas várias lojas geridas pela comunidade chinesa local: desde supermercados até bazares com produtos orientais, passando por dezenas de restaurantes. Um passeio divertido que vale a pena realizar.
  • Reserva Ecológica: na zona sul da cidade está localizado o maior espaço verde de Buenos Aires, um dos favoritos para quem quer caminhar ou andar de bicicleta. Se você está procurando um lanche, fique de olho nas barraquinhas de rua que vendem sanduíches de bondiola (lombinho de porco) e o famoso choripán, um sanduíche de linguiça grelhada.

SITIOS WEB RECOMENDADOS

SITES RECOMENDADOS

SITES RECOMENDADOS

Cook App (https://www.cookapp.com)
Você quer jantar na casa particular de um chef local? Todos os dias centenas de cozinheiros profissionais e amadores oferecem refeições caseiras em suas próprias casas através deste site e de seu aplicativo móvel. Excelente opção para comer bem e conhecer novas pessoas.


Guía Oleo (http://www.guiaoleo.com.ar)
Inclui informações sobre todos os restaurantes de Buenos Aires, com opiniões, comentários e avaliações dos clientes. O guia de restaurantes mais completo da cidade.

Restorando (http://buenos-aires.restorando.com.ar)
Um site com um aplicativo móvel simples e ágil para reservar mesas em dezenas de restaurantes de Buenos Aires. Muitos restaurantes oferecem descontos de até 40% se você faz as reservas através deste sistema.

Hoyquesale (http://hoyquesale.net)
O que começou com uma conta no Twitter (@ Hoyquesale) que recomendava saídas noturnas tornou-se um site que reúne todas as informações necessárias sobre saídas e festas em Buenos Aires para todos os dias e todos os momentos.

Fuudis (http://fuudis.com)
Uma vez por semana organizam pequenos passeios gourmet, onde um pequeno grupo (de 10 a 15 pessoas) percorre três restaurantes ou bares. Em cada um deles come-se e bebe-se alguma coisa diferente. Uma boa ideia para descobrir lugares diferentes e também para conhecer pessoas.

Para dançar tango
Existem múltiplos sites que fornecem informações sobre aulas de tango e milongas. www.hoy-milonga.com, www.buenosairesyeltango.com, www.puntotango.com.ar são três dos mais aconselháveis, com informações úteis e atualizadas para os entusiastas do tango.


SAN TELMO: HISTORIA, TANGO Y BOHEMIA

SAN TELMO: HISTÓRIA, TANGO E BOEMIA

SAN TELMO: HISTÓRIA, TANGO E BOEMIA

Na zona sul de Buenos Aires está localizado o bairro de San Telmo, talvez o mais tradicional e mais relacionado com o tango, atualmente convertido em uma espécie de Montmartre de Buenos Aires pela boemia que permeia suas calçadas estreitas. Além da típica feira de antiguidades que atrai multidões de turistas todos os domingos na Plaza Dorrego, vale a pena se perder nessas ruas de paralelepípedos e encontrar um bar com tira-gostos, cervejas e talvez algum baile de tango, a milonga. A rua Defensa e sua vizinhança definem as batidas do coração do bairro.


GASTRONOMÍA Y VIDA NOCTURNA

GASTRONOMIA E VIDA NOTURNA

GASTRONOMIA E VIDA NOTURNA

Um pouco escondido no complexo Buenos Aires Design está o famoso Hard Rock Café. Enquanto isso, o café La Biela, do outro lado da praça, é um reduto que mantém o antigo charme da área. Não é barato, mas vale a pena sentar-se para tomar um café e observar os habitués e as pessoas que caminham pelas calçadas. Em relação aos restaurantes, podemos encontrar alguns dos melhores expoentes da cozinha de alta gama de Buenos Aires, especialmente em Tarquino, cujo chef Dante Liporace mostra seu talento em pratos de vanguarda. Não é à toa que o New York Times não poupou elogios para seus restaurantes.


Também há boas opções para todos os gostos: massas em SottoVoce, carnes e peixes grelhados em Fervor, sushi em Dashi e peixes e pratos espanhóis no quase oculto restaurante José Luis. Dois outros lugares imperdíveis são o Sirop (nos fundos da Pasaje del Correo, o canto mais parisiense da cidade) e Restó, um pequeno bistrô localizado dentro da Sociedade de Arquitetos.

Também não faltam opções mais informais, como as empanadas em El Sanjuanino, os ensopadinhos de Cumaná e La Cholita e os pratos mexicanos em El Salto de las Ranas. A Parrilla Norte também possui o atrativo das velhas cantinas. Em relação aos doces, há duas paradas obrigatórias. A primeira é o sorvete artesanal de inspiração italiana de Arkakao, preparado no mesmo dia com matéria-prima de primeira qualidade. A outra é Smeterling, uma pastelaria onde as pessoas de toda a cidade compram tortas e mini bolos. Além disso, é preciso conhecer os pães de L'Epi, elaborados com massas base especiais por dois padeiros franceses.

Durante a tarde, há alguns bons bares que oferecem happy hour. Destaca-se o Million, que há 15 anos oferece espetinhos, tira-gostos e boas bebidas em um bonito casarão. Especialmente nas tardes de primavera e verão, convém pedir uma caipirinha e sentar-se na escadaria de mármore para observar o jardim arborizado. Num plano mais rústico, o bar Jack the Ripper serve cervejas, uísques, drinques clássicos e um dos mais convenientes happy hours da zona: 2x1 em todas as bebidas em determinados horários. Fique atento, porque o lugar não conta com cardápio de comida. Finalmente, o Portezuelo é outro bar excelente com uma grande variedade de bebidas e uma seção especial dedicada ao absinto.